Bonecas realistas para pedófilos: Apologia ao crime ou solução contra a pedofilia?

Projeto erótico gerou revolta de internautas em todo o mundo, pois a ideia instiga ainda mais o desejo psicopata de pedófilos.

Em um mundo onde cada vez mais casos de abusos sexuais se tornam explícitos, uma empresa japonesa decidiu iniciar a produção de bonecas infláveis de meninas na infância e adolescência.


Segundo a empresa, a ideia era evitar que pedófilos abusem de meninas de verdade, de forma que aqueles que se atraem por elas, comprem as bonecas e deixem as crianças e jovens em paz. Obviamente, as pessoas ficaram indignadas com a ideia, principalmente pelo excesso de sensualidade que as bonecas esbanjam

.wmX-652x408x4-569845e3d3b9c274f82feaccd740d45602226710fb8f6

Mesmo recebendo críticas de quase todo o Japão, bem como de diversos outros países em que a notícia repercutiu, Shin Takagi, dono da empresa Trotta que está produzindo as polêmicas bonecas, informou que seus produtos podem ser uma valiosa arma para lutar contra o abuso de crianças. Pessoas anônimas e da imprensa questionam como isso é possível diante das bonecas criadas.

Inúmeros internautas usaram as redes sociais japonesas, bem como outras de uso mundial, como Twitter e Facebook, para criticarem a ideia de Shin, afirmando que essas bonecas vão alimentar a mente doentia dos pedófilos, que terão desejo de fazer com as meninas o mesmo que estão fazendo com suas ‘repugnantes’ bonecas em casa.


Mas nem só de críticas tem se resumido as bonecas da Trotta. Um internauta de uma rede social local chamado Takagi, também gerou polêmica ao dizer que já recebeu cartas de compradores de bonecas infláveis dizendo que graças aquelas aquisições puderam evitar que cometessem um crime.

Segundo a empresa, a maior parte dos consumidores das diversas bonecas infláveis são homens solteiros e que vivem sozinhos.

Batendo de frente com a ideia de Shin e seus comerciantes que afirmam que a ideia pode evitar crimes, a Clínica Mayo realizou uma análise em que concluiu que o uso de bonecas infláveis não mudará em nada a tendência de pedófilos em desejarem tocar ou ver crianças e adolescentes, seja pessoalmente ou pela internet. Shin não se pronunciou sobre essa conclusão oficial.

Recentemente uma equipe decidiu fazer um teste sobre o que fazer quando uma criança se perde e levou uma menina para fingir que estava perdida pedindo ajuda nas ruas. De longe, cinegrafista e produtor filmavam tudo e a menina tinha um microfone.

Todos se surpreenderam quando um homem puxou a menina pelo braço e disse que a levaria para casa, pois eles moravam perto e ele conhecia sua mãe. Houve discussão entre produção e um outro homem que a criança tinha abordado e que não aceitava que a menina fosse levada. A polícia foi acionada e constatou-se que o homem era procurado por pedofilia.

Fonte:http://delas.ig.com.br/

Bizarro! Fotógrafa oferece trabalho para pais que desejam saber como os filhos ficariam se estivessem mortos

Uma fotógrafa oferece sessão de fotos para os pais que desejam saber como os filhos ficariam se estivessem mortos.

Amelia Rose, de 23 anos, começou a tirar fotos de crianças, bebês e também de casamentos, mas depois passou a fazer o tipo de serviço inusitado e, curiosamente, seu negócio está crescendo.

Little Honey Wakefield as a zombie Elsa. A mum is offering photo-shoots for parents to see what their kids would look like if they were dead. See swns story SWZOMBIE. Amelia Rose takes pictures of children dressed in full Freddy Krueger outfits and blood covered zombie make-up. A zombified Elsa from Frozen holding a heart, a blood-covered Alice in Wonderland and an evil looking zombie baby crawling through a forest are also featured in Amelia's eccentric work. The 23-year-old photographer started out snapping children, babies and weddings, but branched out in more dark imagery after shooting a friend's child as a zombie. Her first horror customer was Donna Wakefield, whose seven-year-old daughter Honey was made up as a brain-eating zombie princess and her six-month-old daughter was made into a zombie baby through computer image editing. Amelia said: "I started doing pictures of newborns and weddings then I did baby shoots and added a forest and elf ears in Photoshop and then Donna wanted a zombie shoot and its just taken off. "She's got seven kids so she's one of my best customers, her kids are always around my studio. "It's moving on a bit now, people are coming up with different ideas, not just horror stuff."I'm getting constant texts, emails and Facebook messages all the time asking for different things.

Ela começou editando no computador imagens dos dois filhos de sua amiga, Donna Wakefield, fazendo-os parecer zumbis

“Eu estou recebendo textos constantemente, e-mails e mensagens no Facebook o tempo todo pedindo coisas diferentes”, afirmou a profissional que já trabalhou como uma investigadora paranormal.

A mulher, que cobra cerca de R$ 430 pelo serviço, disse que seu trabalho recebeu críticas de algumas pessoas. Mesmo assim ela segue firme com as sessões bizarras.

A mum is offering photo-shoots for parents to see what their kids would look like if they were dead. See swns story SWZOMBIE. Amelia Rose takes pictures of children dressed in full Freddy Krueger outfits and blood covered zombie make-up. A zombified Elsa from Frozen holding a heart, a blood-covered Alice in Wonderland and an evil looking zombie baby crawling through a forest are also featured in Amelia's eccentric work. The 23-year-old photographer started out snapping children, babies and weddings, but branched out in more dark imagery after shooting a friend's child as a zombie. Her first horror customer was Donna Wakefield, whose seven-year-old daughter Honey was made up as a brain-eating zombie princess and her six-month-old daughter was made into a zombie baby through computer image editing. Amelia said: "I started doing pictures of newborns and weddings then I did baby shoots and added a forest and elf ears in Photoshop and then Donna wanted a zombie shoot and its just taken off. "She's got seven kids so she's one of my best customers, her kids are always around my studio. "It's moving on a bit now, people are coming up with different ideas, not just horror stuff."I'm getting constant texts, emails and Facebook messages all the time asking for different things.

É você caro leitor, teria coragem de contratar uma cessão de fotos zumbi para o seu filho?