Criança com doença rara, precisa de cirurgia com urgência!

João Pedro Silva, de dois anos, tem Síndrome de Berdon, uma doença rara que afeta os órgãos do aparelho digestivo. O menino está internado em Campo Largo, na Região

(Foto: Avelita Barbosa da Silva/Arquivo pessoal)
(Foto: Avelita Barbosa da Silva/Arquivo pessoal)

 

 

 

 

 

 

 

Metropolitana de Curitiba, e precisa de um transplante de intestino fígado urgente para sobreviver.

A cirurgia é complicada, custa cerca de R$ 10 milhões, e no Brasil até o momento não há nhum registro de sucesso desta cirurgia realizada aquí. Por isso a família luta na Justiça para que o Governo60423″>
Federal pague o transplante multiviceral de órgão em Miami, nos Estados Unidos.

No último despacho, que data do dia 26 de julho, a juíza Soraia Tullio determinou que a criança seja encaminhada para especialistas em São Paulo se tiver condições de viajar.

O despacho determina ainda que o menino seja levado para operar no exterior caso não seja possível realizar a cirurgia na capital paulista.

Mais uma vez, a viagem só será possível se João apresentar um estado de saúde razoável.

Para tanto, o governo, conforme a decisão judicial,
deve falar com os médicos responsáveis pelo menino em Campo largo, arcar com as despesas da criança e de seus acompanhantes e encaminhá-lo o mais rápido possível para São Paulo.

A Advocacia Geral da União (AGU) tem 15 dias para informar os as medidas que serão tomadas até então para o cumprimento da decisão judicial.O prazo termina na quinta-feira (11) e, de acordo com o advogado da família, nomeado pela Justiça, nada foi feito até o momento. O que está dificultando muito manter João vivo

(Foto: Avelita Barbosa da Silva/Arquivo pessoal)
(Foto: Avelita Barbosa
da Silva/Arquivo pessoal)

João está internado, desde fevereiro, no Hospital Infantil Waldemar Monastier. No entanto, até o diagnóstico, o menino passou por hospitais da cidade natal, Londrina, no norte do Paraná, e de Curitiba. No entanto, a descoberta da doença só veio em janeiro deste ano, no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba.Os médicos não conseguiram descobrir o que ele tinha. Até chegar ao ponto de João começar a vomitar cocô pela boca. Então, depois de um exame por imagem, viram a gravidade do caso, que estava tudo podre por dentro. Foi então, descobriram a síndrome”, segundo a mãe, Avelita Barbosa da Silva, de 28 anos.
A doença também apresenta retenção urinária, bexiga dilatada, a barriga e os rins inchados, os músculos do abdômen flácidos, sofrem com obstrução intestinal, além de outros problemas. Segundo Avelita, o filho apresenta todos os sintomas.

“Ele não pode comer, nem tomar água.
É alimentado com uma solução na veia. Tem apenas nove quilos e não consegue engordar de jeito nenhum. Meu filho sofre, está nervoso porque quer, mas não consegue se alimentar”, diz.

Avelita garante que está difícil mantê-lo vivo, mas que não perde a esperança. “Os médicos dizem que é um milagre ele ainda estar vivo. Tenho fé que tudo vai dar certo”, afirma ela, que deixou Londrina, os outros dois filhos e o trabalho para cuidar de João no hospital.

 (Foto: Avelita Barbosa da Silva/Arquivo pessoal)
(Foto: Avelita Barbosa da Silva/Arquivo pessoal)

“Ajude o João Pedro a viver”

É o nome da campanha lançada na internet por avelita, no intuito de arrecadar dinheiro para custear as despesas do acompanhante, quando for realizar a cirurgia de João, já que a União não cobre tais despesas,

https://www.facebook.com/joaopedroembuscadeummilagree/home
Fonte: http://g1.globo.com/pr

4 comentários sobre “Criança com doença rara, precisa de cirurgia com urgência!”

  1. Dinheiro não é problema para o governo federal. Que Jesus Cristo toque no coração dos homens de bem dessa nação para ajudar essa vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *